O que tinha de legal na Bienal de Quadrinhos de Curitiba

Curtir e compartilhar esse post:
facebook:
twitter:
google plus:
pinterest: pinterest

Bom, pra início de história: muita coisa.

No vídeo acima eu comentei um pouco sobre cada HQ comprada na Bienal de Quadrinhos de Curitiba, que aconteceu entre os dias 8 e 11 de setembro no MuMA, mas achei bacana deixar aqui um guia com links rápidos para vocês encontrarem mais informações sobre os livrinhos que entraram pra família. Ah, e a Anna Schermak fez um vídeo com alguns artistas por lá.

Shiko e Davi Calil - Bienal de Quadrinhos de Curitiba

Lavagem (Shiko): Em sua casa às margens de um mangue, separado do resto do mundo pela maré, um criador de porcos e sua mulher devota recebem uma visita inesperada. + INFORMAÇÕES

Boca Quente #2 (Shiko): Uma garota em busca de vingança numa trama que remete Drive, Kill Bill, Luc Besson e Blade Runner. SESSÃO DE AUTÓGRAFOS EM SP

Uma Noite em L’Enfer (Davi Calil): A graphic novel coloca Vincent van Gogh, Paul Gauguin, Toulouse-Lautrec, Gustav Klimt e Francisco de Goya em um cabaré parisiense no fim do século XIX. Valendo o crânio de Dante Alighieri, os amigos começam a compartilhar histórias que envolvem sexo, mistério e morte e aqui começam os relatos mais bizarros – que a gente não sabe se são verdadeiros ou não. + INFORMAÇÕES

Surubotron (Davi Calil): O que aconteceria se alguém inventasse uma máquina capaz de criar uma suruba com todos os habitantes da terra? Este volume encontra-se disponível para leitura no Social Comics. + INFORMAÇÕES

Felipe Cagno e Fabio Coala - Bienal de Quadrinhos de Curitiba

3, 2, 1, Fast Comics Vol. 1 e 2 (Felipe Cagno): 3 páginas, 2 personagens, 1 final surpreendente. Respeitando essas três regras, vale qualquer história, vale tudo. Estes volumes encontram-se disponíveis para leitura no Social Comics. + INFORMAÇÕES

Os Poucos e Amaldiçoados Vol. 1 (Felipe Cagno): Em sua primeira mini-série, a Ruiva irá encarar a Lenda dos Corvos de Mana’olana, uma maldição que assola desde a costa oeste dos EUA até o Havaí onde surgiram os primeiros sussurros sobre eles. Este volume encontra-se disponível para leitura no Social Comics. + INFORMAÇÕES

O Monstro (Fabio Coala): Um monstro de pelúcia afeta de forma extraordinária a vida de diversas crianças nesta história em quadrinhos repleta de magia e imaginação. Fabio Coala é autor da tirinha Perfeição, que deu origem a um curta lindão já comentado por aqui. + INFORMAÇÕES

Hora de Dormir (Fabio Coala): Quando, logo ao se deitar, Matheus escutou um barulho estranho, só uma coisa passou pela sua imaginação: Monstros! Monstros por todos os lados! + INFORMAÇÕES

Gustavo Borges - Bienal de Quadrinhos de Curitiba

Pétalas (Gustavo Borges): Um conto fechado que mostra a jornada de três personagens durante um inverno cruel. Quando Raposinha e seu avô estão sofrendo para sobreviver no inverno, eis que surge um estranho pássaro que mudará suas vidas para sempre. + INFORMAÇÕES

A Entediante Família de Morte Crens (Gustavo Borges): A série começou como web comic na internet e fala sobre a vida e o dia-a-dia de Morte Crens, a figura da morte em uma condição de existência. + INFORMAÇÕES | FACEBOOK

Edgar (Gustavo Borges): Edgar, um castor tímido, recluso, mau humorado, mas extremamente inteligente, que vive pensando nos conceitos da física e que, por conta disso, tem poucos amigos e se não se encaixa em nenhum grupo. + INFORMAÇÕES

Eric Peleias - Bienal de Quadrinhos de Curitiba

Ima (Eric Peleias): No ano de 1938, a Áustria foi oficialmente anexada pela Alemanha nazista. Quando o país passou a fazer parte da nação de Adolph Hitler, Julia, uma garota feliz, que estuda, tem amigas e faz até aulas de francês e natação começa a ser perseguida por ser quem é, e se vê obrigada a fugir do país completamente sozinha, deixando para trás a família e a vida que conhecia. Uma história real de coragem, sobrevivência e superação – agora em quadrinhos. RESENHA / + INFORMAÇÕES

Eu, Super (Eric Peleias): A história de um rapaz obcecado por realizar seu grande sonho: ser um super herói. O Eric está com um novo projeto em andamento no Catarse, vale a pena conferir. RESENHA / + INFORMAÇÕES

Olhos Insanos (Eric Peleias): É a história de Daniel, que passou os últimos três anos estudando para o vestibular de medicina. Um dia, ele conhece Diana, os dois se completam e a paixão é instantânea. Mas quando estão começando a se conhecer melhor, Diana decide que eles devem se afastar. O motivo é complicado. Ela tem um ex-namorado muito ciumento que a persegue e as vidas de Daniel e de Diana podem estar em perigo. RESENHA / + INFORMAÇÕES

Felipe Campos - Bienal de Quadrinhos de Curitiba

Felipe Campos é ilustrador e escritor com trabalho voltado para produção infantil, graduado em Gravura e especialista em literatura infantil e juvenil, ambos os cursos ministrados pela UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro). Pesquisa monstros assustadores e elementos de terror em literatura e ilustração para crianças, tendo como principais referências contos de fadas, lendas, estudos sobre o medo, as estéticas dos filmes dirigidos por Tim Burton e Guillermo del Toro, livros de Neil Gaiman e Dave Mckean e o trabalho da artista Mary Blair. + INFORMAÇÕES

Mario Cau - Bienal de Quadrinhos de Curitiba

Quando a Noite Fecha os Olhos (Mario Cau): Quando a Lua fecha os olhos, só o que se vê é escuridão. Camilo leva a vida adiante, uma vida que não sabe mais se é sua. Uma vida sem luz, onde o Sol não nasce e onde as únicas vozes que ele consegue ouvir são ecos de seu inconsciente. Traumas do passado – quem não os tem? Pois é o confronto de um destes, desencadeado por uma grande perda, que vai definir ou não a vitória de quem luta contra o mundo. Ou contra si mesmo. + INFORMAÇÕES

Terapia Vol. 1 (Mario Cau): A webcomic criada em 2011 virou livro financiado pelo Catarse e a história une os talentos, influências e paixões dos três autores para contar a história de um jovem comum, anônimo e morador de alguma grande cidade. Em meio à dilemas, problemas e consultas no terapeuta, ele se refugia em velhas canções de blues, cujas letras empoeiradas parecem acolher e entendê-lo de uma maneira muito mais satisfatória que a vida real. + INFORMAÇÕES

Tinta Fresca e outros - Bienal de Quadrinhos de Curitiba

Tinta Fresca (Digo Freitas e Vinicius Gressana): Ícaro é um adolescente revoltado que vai bem mal na escola e está com problemas de relacionamento com sua mãe. Como válvula de escape encontra o graffiti, só que o pratica em locais proibidos, fazendo com que seja pego pela polícia mais de uma vez. As coisas só começam a mudar quando ele recebe um poder mágico que faz seus desenhos ganharem vida. + INFORMAÇÕES

Punk the System (Digo Freitas e Vinicius Gressana): Tirinhas divertidas e nem um pouco politicamente corretas que foram publicadas no site Café do Feliz. + INFORMAÇÕES

Sempre Inconstante (Anderson B.): Uma série de histórias curtas (ou curtíssimas), usadas como plataforma para a exploração de diversos estilos e técnicas de narrativa e desenho. Dessa diversidade, sobressaem o inusitado, o experimental e o nonsense, aplicados ao humor, à reflexão e à confusão dos sentidos. + INFORMAÇÕES

Metade (Anderson B.): Uma HQ sem diálogos que reflete sobre o que cada um perde – e, possivelmente, recupera – de si mesmo ao término de uma relação. + INFORMAÇÕES

Parucci, Melissa Garabelli, Rebecca Prado - Bienal de Quadrinhos de Curitiba

Apocalipse, Por Favor (Felipe Perucci): Uma graphic novel que conta a história de quatro personagens: Arthur Miró, um homem paranóico de vida tediosa, Anabela, ex atendente de telemarketing sem amor próprio, Jorge, um péssimo namorado e Jesus Correia, “para presidente, vote 666!”. Tragédias oriundas do cotidiano tornam o mundo desses personagens absurdamente insuportável. O autor também tem um novo projeto no Catarse no momento. + INFORMAÇÕES | FACEBOOK | TWITTER

Onírica (Phelippe Willian e Melissa Garabelli): Melissa sempre teve pesadelos muito frescos e decorados e compartilhava em detalhes com Phelippe, até que transformaram isso em história para que elas não mais fossem alimentadas como medo. O que era um problema de insônia virou uma caminhada para um quadrinho. + INFORMAÇÕES

Acima de Nós (Phelippe Willian e Melissa Garabelli): O livro traz textos poéticos, que se confundem com as ilustrações, que apresentam uma história de aventura e medos que as pessoas enfrentam na vida. + INFORMAÇÕES

Amok (Alberto Bennet): Amok sofre com a felicidade alheia, prefere brincar de “cemiterinho”, em vez de casinha, e sempre pode dispor de sua serra elétrica caso o autor insista em outro personagem. Ele destila seu ódio contra o mundo. Para os amiguinhos, reserva brincadeiras mórbidas e sua forma peculiar de demonstrar amor. No entanto, entre serras elétricas, facas e fogueiras, é impossível não rir do seu sarcasmo. + INFORMAÇÕES

Carne (Rebeca Prado): Livro mega fofinho da Beca Prado, ilustradora que conquistou muitos leitores no Facebook e já financiou alguns dos seus projetos no Catarse. + INFORMAÇÕES

Além – Casa de Loucos (Hilton P. Rocha): Primeiro quadrinho solo do artista Hilton P. Rocha, a história de “Além – Casa de Loucos” é descrita pelo autor como um cara vivendo em um conto de terror. Inspirado por histórias que ouviu envolvendo fantasmas e assombrações, o autor produziu “Além” inicialmente para a coletânea InKuadrinhos. Este volume encontra-se disponível para leitura no Social Comics. + INFORMAÇÕES

Luciano Salles - Bienal de Quadrinhos de Curitiba

O Quarto Vivente (Luciano Salles): Em 2177, num Brasil rearranjado geopoliticamente, Juliett-e-Manon faz sua escolha. É assim que Luciano Salles, com seu traço melancólico, revela o que está além do humano, das etnias, territórios e sexualidade. Outra astúcia do autor é o texto, que foge da simples narração e cria uma linguagem própria para a poesia doentia e bela de O Quarto Vivente. + INFORMAÇÕES

L’Amour 12 (Luciano Salles): Salles volta com seu traço inquieto para falar novamente de amor. Mas não o amor da entrega, amor mental, asséptico que descobrimos na HQ O Quarto Vivente. Agora vemos um amor que aprisiona, que consome. Amor que sente. + INFORMAÇÕES

Dark Matter (Luciano Salles): Uma história pontual e que, de certa forma, encerra subjetivamente o que foi aberto em 2013 com o lançamento de O Quarto Vivente, passando por L’Amour: 12. Dark Matter é uma história de vingança de três amigos sendo que um deles está morto. + INFORMAÇÕES

Liber Paz, Paulo Kielwagen e Analu - Bienal de Quadrinhos de Curitiba

Dias Interessantes (Liber Paz): Uma história em quadrinhos sobre boas intenções, escolhas difíceis e aquelas coisinhas intangíveis que chacoalham as nossas almas. Liber Paz também tem um canal no youtube chamado Kitinete HQ e este quadrinho está disponível no Social Comics. + INFORMAÇÕES

Blue e os Gatos (Paulo Kielwagen): Blue é um gato de personalidade marcante e as histórias dos dois volumes disponíveis são baseadas em eventos reais do seu cotidiano. Além das tiras, o livro conta com conteúdo inédito e a participação de artistas convidados que fizeram suas versões do personagem. O primeiro volume está disponível para leitura no Social Comics. + INFORMAÇÕES

Carvalhos (Analu Medeiros): Um livro de tirinhas com a família da qual você sempre sonhou em fazer parte. Ou não. Provavelmente. FACEBOOK | TWITTER

Radioactive (Alice Grosseman): Num futuro curioso, o mundo se adapta após um longo período de radiação, dando vida a criaturas diferentes de qualquer fauna já vista na Terra. O primeiro livro autoral de Alice Monstrinho é fruto de seus gostos pessoais e sua paixão por animais. FACEBOOK

Editora Mino - Bienal de Quadrinhos de Curitiba

Você é um Babaca, Bernardo (Alexandre S. Lourenço): O álbum recém-lançado pela editora Mino mostra o esforço do protagonista do gibi em manter os impulsos aventurescos de sua cabeça em detrimento ao seu corpo acomodado. Sem motivações ou ambições pessoais, Bernardo está perdido em seu dia a dia até conhecer uma garota. + INFORMAÇÕES / RESENHA

Dora (Bianca Pinheiro): Segundo a mãe de Dora, na maternidade sua filha já expressava em seus olhos uma certeza que a acompanharia por toda a vida: “Ela nos olhava como se soubesse que precisava fugir”. Os anos passaram, Dora sumiu e agora a mãe da garota precisa justificar a um detetive as 15 mortes atribuídas à filha. + INFORMAÇÕES

Harmatã (Pedro Cobiaco): Harmatã é um diálogo telefônico entre um casal, Fábio e Lua, trabalhando as imagens como metáforas ampliadoras dos sentidos das palavras. Nessa conversa, os dois personagens passam por questões como distância, amor e vazio, esquivando-se dos clichês românticos. + INFORMAÇÕES

Polvo Rosa Books - Bienal de Quadrinhos de Curitiba

Polvo Rosa Books: Fundada em 2015, a Polvo Rosa Books é um estúdio de criação editorial que realiza projetos de livros ilustrados e HQs em parceria com escritores, artistas gráficos, ilustradores e empresas. Fiz um post sobre esses quatro livros aqui no blog. SITE | FACEBOOK | TWITTER | INSTAGRAM

Chance (Diogo Cesar, Samanta Flôor): Clara e Babi dividem um apartamento em Porto Alegre. Acabaram de se mudar e têm grandes expectativas para o futuro. Na festa de inauguração da casa nova, um presente trazido por Fred, seu melhor amigo, revela uma moeda misteriosa que parece tornar desejos em realidade. + INFORMAÇÕES

Maravilhoso (Hiro Kawahara): Um herói que não é herói, não é maravilhoso, aliás, quase não chega a ser um homem. Essa é a história do Homem-Maravilhoso, um pobre coitado imbecil cuja miséria só é superada pela sua estupidez. Então surge uma oportunidade de ouro, duas garotas poderosas, uma jornada que deveria ser digna de heróis e uma série de eventos inesperados causados por motivos medíocres. + INFORMAÇÕES

Esquadrão Sukiyaki — A fuga do Porquinho (Sandro Hojo): Junte um ornitorrinco, um gato preto, uma coruja e um porquinho. Acrescente criaturas bizarras e uma floresta assombrosa cheia de perigos. Aí é só dar uma pitada de humor e está pronta a receita da HQ que só podia ter saído da cabeça e das mãos de Sandro Hojo. + INFORMAÇÕES

Astromini (Vencys Lao, Welton Santos): Shë é uma exploradora que está em uma missão, sobrevoando um ambiente inóspito e desconhecido. Mas um acontecimento a faz desviar de seu destino, e agora, a floresta, que antes era vista de cima, ganha uma nova perspectiva e se transforma em um gigantesco obstáculo a ser vencido. + INFORMAÇÕES

Marcadores de páginas - Bienal de Quadrinhos de Curitiba

Se você tiver a oportunidade de ir em eventos assim, não perca a chance. Espero que tenham curtido as dicas e as HQ’s. Muita coisa está acessível na internet, de maneira gratuita, é só procurar direitinho – sempre respeitando a propriedade do autor, é claro. ;)

ARTISTAS NO PAUSA PARA UM CAFÉ

Comentar resposta para Felipe Campos Cancelar

Comentários

Comentários do Facebook

3 comentários via blog

  1. Muito obrigado pela ajuda na divulgação! o/
    Fico feliz que tenha curtido o trabalho.

    1. Obrigada vc, Felipe, pelas obras, pelo papo e por ter ido até a Bienal :) \o/