Os ganhadores do Oscar 2015

Curtir e compartilhar esse post:
facebook:
twitter:
google plus:
pinterest: pinterest

Conheça os ganhadores do Oscar 2015

Na noite de 22 de fevereiro o mundo conheceu os ganhadores do Oscar 2015, apresentado por Neil Patrick Harris, o eterno Barney Stinson. Horas antes da premiação, o tapete vermelho serviu de passarela para as estrelas registrarem sua chegada (e mostrarem seus vestidos com milhares de pérolas, vestidos de plástico bolha, etc). Não sou grande entendedora de moda, mas olha aí que lindas a Rosamund, Dakota e Sophie (Benedict num precisa falar nada).

Rosamund Pike, Dakota Johnson e o casal mais cute do momento, Sophie Hunter e Benedict Cumberbatch.

O twitter, como sempre, bombou nas piadas. A banda indie do Hotel Budapest, a foto errada da Scarlett (e depois a certa), Michael Keaton chegando na premiação, a diva eterna Meryl Streep, as luvas de borracha da Lady Gaga (uma estratégia para nos distrair da performance maravilhosa dela com a música de A Noviça Rebelde) entre zilhões de outras coisas. :P

Com uma abertura de cair o queixo e projeções no palco que superaram qualquer trabalho no palco daquele teatro, Neil cantou e dançou na companhia de Anna Kendrick. E ele seguiu no seu jeito Neil/Barney, tentando fazer a galera se habituar com o estilo das piadas. Nem sempre deu certo, e no fim da cerimônia ele estava bem sumido.

neil patrick harris opening oscar

Apesar das críticas que começaram a surgir no twitter (já que ninguém nunca está satisfeito mesmo, haha), eu dei muita risada com o Neil, em especial nas piadas envolvendo Birdman e a dificuldade do John Travolta de falar os nomes corretamente. :P

A premiação foi justa em muitos prêmios, previsível em outros, mas um dos que mais me deixou feliz foi o de Ator Coadjuvante. :D

jk simmons oscar 2015 whiplash

E apesar de Meryl não ter levado o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (quem levou foi Patricia Arquette), precisamos agradecer a internet por desenterrar este trecho de Modern Family:

Meryl Streep Batman Modern Family

No campo dos agradecimentos, teve muita coisa bonita. A Patricia Arquette fez um discurso empolgante sobre direito das mulheres, o diretor de Ida ultrapassou o limite do tempo emocionado com a sua conquista, e Graham Moore arrasou ao contar um detalhe pessoal: como ele se sentia diferente quando era adolescente e que isso o levou a tentar o suicídio. E que acha a coisa mais injusta ele estar ali no palco e Alan Turing não. “Stay weird, stay different“. <3 O empolgadíssimo Eddie Redmayne não conteve a alegria, mas ainda assim conseguiu se concentrar para falar sobre as vítimas de esclerose lateral amiotrófica e dedicar o prêmio à família Hawking. A Anica, como sempre, fez um excelente texto sobre o Oscar, recomendo a leitura. Gostou dos demais prêmios? Confira a lista abaixo. :)

Lista de ganhadores ao Oscar 2015

Melhor filme: Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)
Melhor diretor: Alejandro González Inárritu – Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)
Melhor atriz: Julianne Moore – Para Sempre Alice
Melhor ator: Eddie Redmayne – A Teoria de Tudo
Melhor ator coadjuvante: J.K. Simmons – Whiplash: Em Busca da Perfeição
Melhor atriz coadjuvante: Patricia Arquette – Boyhood – Da Infância à Juventude
Melhor canção original: “Glory”, por John Legend, Common – Selma
Melhor roteiro adaptado: Graham Moore – O Jogo da Imitação
Melhor roteiro original: Alejandro González Iñárritu, Nicolás Giacobone, Alexander Dinelaris, Armando Bo – Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)
Melhor longa de animação: Operação Big Hero
Melhor documentário em longa-metragem: Citizenfour
Melhor longa estrangeiro: Ida (Polônia)
Melhor fotografia: Emmanuel Lubezki – Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)
Melhor figurino: Milena Canonero – O Grande Hotel Budapeste
Melhor documentário em curta-metragem: Crisis Hotline: Veterans Press 1
Melhor montagem: Whiplash: Em Busca da Perfeição
Melhor maquiagem e cabelo: Frances Hannon, Mark Coulier – O Grande Hotel Budapeste
Melhor trilha sonora: Alexandre Desplat – O Grande Hotel Budapeste
Melhor design de produção: Adam Stockhausen, Anna Pinnock – O Grande Hotel Budapeste
Melhor animação em curta-metragem: O Banquete
Melhor curta-metragem: The Phone Call
Melhor edição de som: Alan Robert Murray, Bub Asman – Sniper Americano
Melhor mixagem de som: Whiplash: Em Busca da Perfeição
Melhores efeitos visuais: Interestelar

Comentar resposta para Isabela Cancelar

Comentários

Comentários do Facebook

4 comentários via blog

  1. Isabela comentou em

    Foi tudo lindo!
    Birdman arrasou, mas só tenho uma coisa a dizer: Grande Hotel Budapeste… Muito, muito amor! Hehehe…

    Bjs Bjs Pipoca :)

    1. Birdman me surpreendeu! Achei que a autorreferência ia ser um motivo pra deixar o filme de lado, MAS VEJA SÓ, hahahaha. Muito legal. <3 Beijos, beijos!

  2. Brubs comentou em

    Foi um Oscar bem justo esse!
    A apresentação do Neil foi meio apagadinha, mas realmente o numero de entrada foi excelente, talvez o problema tenha sido a expectativa do “Barney” apresentando um Oscar rsrs
    Contudo teve coisas legais, e a zueira de sempre, mas a cerimônia duma forma geral foi mais monótona do que a do ano passado na minha opinião. Vejamos o que nos aguarda pro ano que vem :)

    1. É verdade, pode ter sido essa expectativa em cima dele, embora eu tenha dado risada com todas as piadas, ahuehaeuhe. Ano passado tinha uma especialista em medir o público, né, não dá pra relevar isso, mas aquele número de entrada… <3 <3 <3

      Bj!