O Inescrito: sobre livros, magia e a busca por respostas

Curtir e compartilhar esse post:
facebook:
twitter:
google plus:
pinterest: pinterest

o inescrito resenha quadrinhos, pipoca musical, panini comic, dicas de quadrinhos, selo vertigo

Só uma história? Diga isso às mulheres que foram queimadas como bruxas. Diga isso aos mártires de todas as religiões. As histórias são as únicas coisas pelas quais vale a pena morrer.

A resenha que segue – tenta – ilustrar minhas principais sensações (e foram muitas, diga-se de passagem) ao ler O Inescrito, uma série da DC comics, lançada sob o selo Vertigo que começou a ser publicada em 2009.

A série escrita por Mike Carey e Peter Cross é provavelmente, segundo o site Crave Online umas das séries que devem ser lembradas ao lado de Y – O último homem e Sandman como uma das melhores séries de quadrinhos já escritas. E embora ainda não tenha lido na íntegra as duas histórias que citei acima, acho que concordo com eles e vou tentar demonstrar – sem spoilers – o porquê.

o inescrito resenha quadrinhos, pipoca musical, panini comic, dicas de quadrinhos, selo vertigo

O Inescrito é a história de um jovem bruxo e seus dois amigos combatendo uma força maligna – até aí nada de muito novo, não é mesmo? Entretanto, os autores resolveram dar uma pitada de peculiaridade à história e misturaram todo esse universo mágico com o mundo literário. Sim, livros, desde os mais clássicos e políticos aos mais fictícios e fantasiosos. E isso porque o personagem principal, Tom Taylor, é a inspiração de seu pai e escritor, Wilson Taylor, para a criação do personagem que lhe rendeu uma fama internacional, Tommy.

Desde a fama de seu pai devido à série de livros com Tommy, Tom, seu filho, é tido como o próprio bruxo, todos os fãs da saga veem no filho do escritor a cópia perfeita do jovem bruxinho Tommy, então ele tenta manter o máximo de distância do mundo criado por seu pai. Mas o desaparecimento misterioso de Wilson Taylor faz com que ele tome conta dos negócios por um tempo e é nesse momento que Tom tem sua vida virada de ponta cabeça. Aclamado pelos fãs como o próprio Tommy, Tom começa a ser perseguido e elementos da vida do bruxinho Tommy começam a aparecer em sua vida. Estaria ele enlouquecendo? As histórias teriam mesmo o poder de se tornarem reais? E como isso funcionava? Em quem ele pode confiar? Onde estaria seu pai?

o inescrito resenha quadrinhos, pipoca musical, panini comic, dicas de quadrinhos, selo vertigo

Eram muitas as questões que Tom precisava responder, e assim, o primeiro arco da série (que está compilado nos 10 volumes lançados aqui no Brasil), é uma busca eterna por respostas e soluções na vida de Tom. Ao longo das histórias, Tom aprende o poder da narrativa em sua vida, e o que era aparentemente apenas uma história fictícia, parece agora ganhar os tons da realidade e pintar não só a vida de Tom, mas como a de todos que estão ao seu redor.

O Inescrito, ao mesmo tempo familiar ao universo de Harry Potter de JK Rowling, e Os Livros da Magia de Neil Gaiman, é peculiar e envolvente à medida que insere em seu plano de fundo clássicos literários.

As respostas que Tom procura estão justamente em entender como as narrativas funcionam e como elas podem mudar o “universo” que as rodeiam. As referências são inúmeras, temos Moby Dick de Herman Melville, Leviatã de Thomas Hobbes, histórias como As Mil e Uma Noites, Frankenstein, histórias de guerras reais (ou não), fábulas e etc., referências a escritores como Oscar Wilde, Neil Gaiman e JK Rowling também aparecem nas páginas “inescritas”. O desenho traz elementos do cotidiano atual como o universo dos sites e blogs, fanpages, vídeos e outras coisinhas mais que deixam a história com um aspecto de interatividade, prendendo o leitor até a última página.

o inescrito resenha quadrinhos, pipoca musical, panini comic, dicas de quadrinhos, selo vertigo

Em 2010, O Inescrito ganhou o prêmio de melhor série no Eisner Awards. É definitivamente uma série envolvente, uma história sobre histórias, que merece um lugar em nossas prateleiras e corações. E aqui no Brasil nós temos apenas o primeiro arco da série, que vai até o volume 10. Inclusive, este último volume faz um crossover com Fábulas, outra série da Vertigo que vem ganhando fãs a cada publicação. Esperamos que eles continuem lançando os próximos volumes contando a história de Tom Taylor e o poder das narrativas. :)

Ficha Técnica

Título: O Inescrito
Autor: Mike Carey e Peter Gross
Editora: Panini Comics
Ano: 2009/2015
Gênero: Quadrinhos
Onde comprar: Comix

Deixe seu comentário

Comentários

Comentários do Facebook

2 comentários via blog

  1. Adoro O Inescrito, uma história de realismo fantástico recheada de belas pinturas. Muito legal o seu blog!