O Tweet da Criatividade, a história por trás do Twitter

Curtir e compartilhar esse post:
facebook:
twitter:
google plus:
pinterest: pinterest

resenha um passarinho me contou, livro twitter biz stone, cesar paladini, pipoca musical, livros negócios

Apesar de biografias serem o meu gênero preferido de leitura, confesso ser um pouco averso àquelas que descrevem questões mais técnicas ou que envolvem demais um tipo específico de tecnologia ou material de pesquisa. Bom, já posso adiantar que esse não é o caso de “Um Passarinho me Contou” (adicione ao Skoob), o livro de Biz Stone, um dos cofundadores do Twitter.

Mas antes da gente falar sobre o livro, que tal a gente bater um pouco de papo sobre essa rede social, o Twitter, ainda considerada uma das mais queridas pelos usuários do mundo digital?

resenha um passarinho me contou, livro twitter biz stone, cesar paladini, pipoca musical, livros negócios

Desenvolvido durante um hackathon, uma maratona criativa com o intuito de estimular os funcionários da Odeo – empresa especializada no desenvolvimento de ferramentas para podcasts na qual Biz Stone trabalhava na época – o Twitter foi inspirado (acreditem se quiser…) no status do usuário indicado por messengers (ferramentas de comunicação e chat). Isso mesmo! Sabe aquele espacinho no Skype ou Hangouts que indica o que você está fazendo, ouvindo e se está ocupado ou não? Então. A ideia inicial era apenas uma brincadeira. O usuário podia informar seus amigos em tempo real o que estava fazendo naquele momento através de um pequeno sistema de mensagens de texto (SMS) ou website.

Através dessa simples e criativa ideia, Biz Stone, Evan Willians, Jack Dorsey e Noah Glass, lançaram, em 2006, uma startup inovadora que muito em breve seria reconhecida mundialmente.

resenha um passarinho me contou, livro twitter biz stone, cesar paladini, pipoca musical, livros negócios

Em “Um Passarinho me Contou”, Biz Stone conta a vida de um garoto que sempre buscou soluções simples no meio da rotina de uma sociedade já acostumada com rótulos e maneiras cada vez mais automatizadas de realizar tarefas ou criar oportunidades.

“É uma história sobre criar algo do nada, unir suas habilidades às ambições e o que você aprende quando olha para o mundo através da lente de possibilidades infinitas. […] A criatividade é o que nos faz inigualáveis, inspirados e realizados. Este livro fala de explorar e canalizar a criatividade que está em todos e ao nosso redor.”

Biz era um rapaz comum, que mantinha um blog na internet e se interessava por tecnologia e comunicação através de meios digitais. Biz Stone, Genius (Biz Stone, Gênio – no português) era o nome do seu blog, uma brincadeira em referência ao Wile E. Coyote, o coiote que vivia correndo atrás do Papa Léguas. Nele, o rapaz incorporava um personagem que alegava estar construindo invenções, com recursos infinitos, em uma sede intitulada de Genius Labs.

resenha um passarinho me contou, livro twitter biz stone, cesar paladini, pipoca musical, livros negócios

Claro que Biz não era nenhum gênio. Ou, pelo menos, ainda não tinha essa noção. Mas a partir de ideias como esta, o rapaz de Massachusetts iniciou à sua frente um mundo de oportunidades que lhe proporcionariam, dentre diversas portas fechadas e dívidas bancárias, criações e ideias inovadoras, que fariam dele algo muito próximo de se tornar seu alter ego, o gênio.

“Quando tudo está dando errado, em vez de se fixar no problema descubra o que funciona e trabalhe em cima disso. Procure o “ponto otimista” no meio da negatividade e que parece não ter limites. As soluções aparecem se você procurar o lado positivo.”

Nas 256 páginas deste livro, você vai conhecer algumas das startups e empresas das quais ele teve a oportunidade de criar e participar. Dentre elas o Google e o Blogger, um serviço de blogging onde Biz trabalhou de 2003 a 2005 antes de dar início ao processo criativo do Twitter.

resenha um passarinho me contou, livro twitter biz stone, cesar paladini, pipoca musical, livros negócios

O texto contido no livro é muito bem fluído, onde o narrador nos traz lições de empreendimentos e o incentivo a buscar nossa própria genialidade através de métodos simples e visões inovadoras que podemos achar durante o dia a dia. Eu mesmo, deixei post-its nas 22 passagens mais bacanas do livro e tenho certeza de que irei consultar em vários momentos ou insights para minha vida pessoal e, também, profissional.

Biz – se é que é possível dizer – faz a gente se apaixonar ainda mais pelo Twitter e a conhecer um pouco mais dos bastidores de sua criação e por tudo que a rede batalhou e contribuiu para inovar cada vez mais, durante esses nove anos, os processos de comunicação e ações políticas e sociais das quais a ferramente fez parte.

resenha um passarinho me contou, livro twitter biz stone, cesar paladini, pipoca musical, livros negócios

Você sabia, por exemplo, que o Twitter contribuiu para a liberdade de expressão e se tornou a ferramenta mais utilizada entre os veículos de comunicação em um movimento no Oriente Médio, em 2010, que posteriormente ficou conhecido por Primavera Árabe? Ou até mesmo quando, em 2007, através do simples gesto de reservar o nome de usuário @Red e a criar a hashtag #red, ele contribuiu com a divulgação digital do Dia Mundial da Luta Contra a AIDS realizado pela RED.org.

“Os pássaros quando voam têm a incrível capacidade de se mover como se fossem um, pois a junção de feedback imediato e regras simples criam algo graciosamente fluido e que parece até coreografado.”

Hoje, o Twitter tem 288 milhões de usuários ativos e cerca de 500 milhões de mensagens (tweets) enviados por dia. Desses usuários, atualmente, 80% utiliza a rede social em dispositivos móveis e smartphones, o que contribui ainda mais para a ferramenta ser uma das mais populares entre os meios de jornalismo e de movimentos sociais.

resenha um passarinho me contou, livro twitter biz stone, cesar paladini, pipoca musical, livros negócios

Espero que vocês possam apreciar, como eu, cada palavra deste maravilhoso livro. Um relato sincero criado a partir das experiências de um garoto sonhador que nos ensina que é possível criar sonhos e fazer com que eles sejam alcançados e compartilhados por outras pessoas. #BoaLeitura! @oletche

Ficha Técnica

Título: Um Passarinho Me Contou: Confissões de Uma Mente Criativa
Autor: Biz Stone
Ano: 2014
Gênero: Biografia
Páginas: 256
Skoob: adicione à estante
Compre: Amazon

Deixe seu comentário

Comentários

Comentários do Facebook

8 comentários via blog

  1. O Twitter é a melhor rede social da face da terra, gosto demais do jeito simples e direto dela. E conhecer a história de como tudo surgiu parece bem interessante. :)

    Beijos <3

    1. César Paladini comentou em

      Oi, Pipoca!

      O Twitter é mesmo #demais! E depois que você conhece a história por trás da empresa e a visão dos criadores, consegue se encantar ainda mais com essa ferramenta.

      Recomendo a leitura!

  2. Isabela comentou em

    Adorei! Estou me acostumando com o gênero de biografias, porque sempre fui resistente. Mas como AMO o Twitter e você comentou que a leitura é fluida, acho que vou gostar…

    Bjs!

    1. César Paladini comentou em

      Oi, Isa!

      É bem fluída mesmo. Acho que a personalidade do Biz Stone contribui muito para isso, pois durante a leitura você percebe que é uma escrita natural, sem firulas ou escolha de palavras certas. Com certeza, isso nos prende e ajuda a compreender melhor a história.

      Se tiver a oportunidade, leia sim o livro :)

  3. Também pensei que não fosse possível gostar mais do Twitter até ler esse livro e A Eclosão do Twitter :)
    Eu adorei os ensinamentos e perspectiva de negócios do Biz. Meu livro também ficou todo marcado com citações e ensinamentos que às vezes volto para reler e tento aplicar no dia a dia.

    Adorei a resenha, @oletche, que bom que gostou do livro :D

    Beijos!

    1. César Paladini comentou em

      Oi, Bruna!

      “A Eclosão do Twitter” é uma das (muitas) próximas leituras. Já andei dando uma folheada nele e parece ser bastante interessante. Quem sabe sai uma resenha depois.

      Valeu pela ótima dica :)

  4. Kellen comentou em

    Interessante conhecer esse livro, porque recentemente li algo sobre o surgimento do Twitter no livro do Bauman que me deixou curiosa sobre o assunto.
    Eu gosto muito do Twitter, mesmo acessando bem menos que a maioria das pessoas. A forma rápida e direta do Twitter é tão sedutora que acabo me distraindo bastante, rsrs. Mas adorei conhecer um pouco mais dessa ferramenta!
    ´=)
    Kellen

    1. César Paladini comentou em

      Oi, Kellen!

      O Twitter é uma ferramenta sensacional e indispensável para a galera que quer se envolver diretamente com o jornalismo ou com fontes de informação. E o mais bacana disso é a possibilidade de interação e engajamento que ela gera para contribuir com isso.

      Quando puder, dá uma olhadinha nesse livro. Garanto que você vai se divertir :)

      Abraço!