A história por trás de cada canção dos Beatles, por Steve Turner

Curtir e compartilhar esse post:
facebook:
twitter:
google plus:
pinterest: pinterest

resenha livro beatles historia musica. pipoca musical, blog liberthai, biografia musical, the beatles livros sobre a banda
[Foto: Thaiane Santos / Liberthai]

Hoje vamos juntar dois assuntos incríveis, música e literatura. Sim pessoal, hoje eu, Carol Vieira, vou dar uma dica super supimpa de um livro que conta sobre a banda mais famosa de Liverpool. The Beatles – A história por trás de todas as canções de Steve Turner é o meu motivo dessa semana para escrever a vocês.

Claro, você pode não ser fã (beatlemaníca(o) como eu), mas de algum modo, bem lá no fundinho, você já deve ter escutado, curtido, amado, dançado ou meditado ao som dos Beatles. Os meninos de Liverpool, John, Paul, George e Ringo compuseram centenas de músicas e todas tinham algum sentido. É isso que esse livro lindo mostra. Essa obra conta as histórias por trás de todos os álbuns, além de conter também fotos maravilhosas de todas as épocas da banda.

[LEIA+: Veja outras dicas de livros no Pipoca Musical]

The Beatles – A História por Trás de Todas as Canções começa abordando o primeiro disco Please Please me, um momento onde a banda aprendeu muito e grande parte das músicas foram compostas sobre incidentes que aconteceram em suas vidas. Eles deram continuidade com With the Beatles onde, com o sucesso alcançado, começaram a se adaptar a escrever em diversos locais e principalmente nos hotéis onde passavam a maior parte do tempo.

beatles hard days night

Apesar dos Beatles já terem ocupado o posto número 1 duas vezes em 1963 , foi “She loves you que os levou ao “toppermost of the poppermost”, como eles chamavam de brincadeira o topo das paradas.

A Hard Day’s Night foi o primeiro álbum onde todas as canções foram escritas pelos Beatles, músicas que alcançaram grande sucesso como “And I Love her”, “Can’t buy me love” e a música homônima ao álbum. Já Beatles for Sale mostrou o lado negro da beatlemania, como o cansaço e o desgaste que os músicos estavam sofrendo. O livro mostra como canções como “I feel fine” e “Eight days a week” foram criadas e idealizadas por Lennon e McCartney.

Help virou filme e um álbum lançado em 1965 e apresentou o começo de um era mais madura no processo de composição das músicas da banda. Foi nesse álbum que “yesterday” se apresentou para o mundo e até hoje é uma das músicas mais regravadas da história do rock. Após esse estrondo todo, os Beatles vieram com Rubber Soul, um álbum que mostrava claramente a transição da banda para uma época mais experiente, abrigando músicas como “Day Tripper”, “We can work it out”, “Nowhere man”, “Girl” e “In my life”.

Depois disso, houve um momento divisor de águas, onde em Revolver os Beatles começaram a gravar todo o material dentro do estúdio e não tinham mais a preocupação de conseguir reproduzir ou não as canções nos palcos. Essa foi uma época bastante underground do grupo e o álbum chegou novamente ao topo das paradas, tanto nos Estados Unidos quanto na Inglaterra.

banda beatles, fotos beatles, clipe beatles

O melhor e mais influente disco da história do rock foi o Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band. Nesse álbum, os Beatles se dedicaram inteiramente ao estúdio e levaram cerca de 105 horas para gravar (e mais cinco meses para finalizar o disco). Tamanho empenho foi visto no resultado e o disco se tornou um marco na carreira deles, sendo bastante agraciado pela crítica e pelo público.

[LEIA+: Conheça o livro que teve seu título inspirado no disco.]

Então veio Magical Mystery Tour, um dos discos mais bizarros da história da banda e também trilha sonora do mesmo filme estrelado pelos fabfour. Esse filme foi bastante massacrado pela crítica naquela época. Já o disco chegou ao número 2 na parada de singles e o álbum americano chegou ao topo.

O que sucedeu o “desastre” do álbum acima, foi o criativo, simples e maravilhoso White Álbum, disco duplo, com canções bastante pessoais em uma época em que o grupo passou por várias discussões e brigas. Algumas músicas desse disco foram gravadas sozinhas pelos músicos, que não queriam a interferência dos outros. Ou então eles chamavam amigos de fora para dar aquela “ajudinha” na gravação e produção das músicas.

beatles white album cover

Mas essas diferenças foram apresentadas de maneira mais aberta quando eles cumpriram o seu contrato com a United Artists e fizeram um documentário colorido do grupo denominado Lei it be. Esse documentário, ao invés de mostrar o processo criativo do grupo, acabou apresentando a desintegração da banda. Sete anos depois, o último disco dos Beatles, Abbey Road, se tornou a despedida alegre e excepcionalmente criativa dos fabulosos garotos de Liverpool.

Tem alguns trechos do livro The Beatles – A História por Trás de Todas as Canções muito legais que fiz questão de trazer pra resenha, junto com um pouco do meu conhecimento sobre a banda. Para quem é fã deles, eu diria que essa obra é imprescindível – tem que ter na estante. Quem não é (ainda, rsrs) eu diria que poderia ler para entender tudo o que os jovens passaram e como era o processo criativo de uma das maiores bandas do planeta.

Claro, antes que vocês comentem, eu sei que faltaram alguns singles e coletâneas bastante famosas da banda, mas isso vai ser apresentado no livro. Hoje o meu objetivo é só apresentar a montanha russa que foi a carreira deles e deixar vocês com a difícil tarefa de descobrirem qual é o melhor álbum feito pela melhor banda de todos os tempos. Aliás, qual é? :)

Espero que tenham gostado! Um beijo de uma beatlemaníaca assumida,

Carol Vieira

Ficha Técnica

Título: The Beatles – A História por Trás de Todas as Canções
Autor: Steve Turner
Ano: 2009
Gênero: Biografia Musical
Editora: Cosac Naify
Páginas: 384

Curtir e compartilhar esse post:
facebook:
twitter:
google plus:
pinterest: pinterest

Comentar resposta para Vanessa Chanice (@vanessachanice) Cancelar

Comentários

Comentários do Facebook

18 comentários via blog

  1. Não sou chegada nos Beatles, sabe, mas sempre gosto de conhecer o contexto histórico deles e de saber que determinadas músicas falam sobre determinadas passagens da vida deles. Gosto mesmo. Quem sabe um dia arrisco a ler esse aí? :))))

    Beijo, Carol! :D

  2. Carol Vieira comentou em

    Raquel olha parece loucura mas quando eu era nova também não gostava de beatles????? Hahahah e uma amiga me obrigou a ouvir o number one inteiro e me apaixonei, virei louca, maluca por eles até hoje hahahah e claro, quando você quiser eu te empresto o livro! Obrigada linda :) beijão ;**

    1. Se serve de algo, gosto muito do filme Across the Universe ♥

      1. Juliet comentou em

        Minha mente sempre explode quando assisto Acros The Universe.. eu ja assisti ele com biografias (tenho uma da banda.. 2 do Lennon e 1 do Paul) do lado por causa de tanta referência que o filme tem. Nomes, lugares, canções, contexto histórico… Esse filme é genial.

        1. Tbm acho! É incrível, né? E o elenco mandou muito bem <3

  3. Carol Vieira comentou em

    Juliet tens um beatle preferido??? Aquele que o coração bate mais forte???? Hahah

    1. Juliet comentou em

      Meu coração sempre vai ser do Paul.

      1. Carol Vieira comentou em

        Hahahah o meu também, mas tenho uma queda enorme pela humildade do George <3 no final eu amo todos hahah!!! Beijão

  4. Gente, essa resenha caiu como uma luva pra mim. Eu não sou fã dos Beatles, mas meu namorado é um Beatlemaníaco de carteirinha e eu achei esse livro uma ideia excelente de presente pra comprar pra ele de Natal. Só queria que você me tirasse uma dúvida: no livro realmente tem a explicação das histórias por trás de cada canção? Porque no post fala mais da história por trás de cada álbum, o livro é assim também?
    Beijos!

  5. Carol Vieira comentou em

    Vanessa não se preocupe, no livro conta sim a história de cada música, eu só fiz um resumo no post pro pessoal ter vontade de ler!!! Além disso tem fotos maravilhosas de todas as épocas, todo beatlemaníaco iria AMAR, acho que vc encontrou o presente perfeito! Beijos florzinha ;******

  6. Eu já tinha visto esse livro no Sub e eu o coloquei na minha wishlist mental hahahaha Também sou MUITO fã do fab four.

    Eu gostei muito da sua resenha e ela conseguiu me convencer ainda mais para que eu o compre o mais rápido possível :)

    beijos.

    1. Carol Vieira comentou em

      Virginia que bom que você gostou, Isso me deixa muito muito feliz. Sim, os Beatles são o máximo!!!!! Amo tudo neles. E não deixa de ler esse livro, pra quem é hiper fã vale muito a pena :) beijão.

  7. Ed Lando Jr. comentou em

    Conheci os beatles na biografia autorizada de Steve Jobs, de lá pra cá tenho pesquisado muito acerca. As suas musicas são incriveis e inspiradoras. Com o because escrevi um poema, os beatles são incriveis e recomendo para a saude dos ouvidos! Obrigado Carol pelo texto, fiz algumas anotaçoes…

    1. Carol Vieira comentou em

      Ed Lando Jr. que bom que você gostou! Já percebeu que esse livro vale super a pena néh? Se você é fã vai AMAR! E sim eles são mesmo o máximo, a cereja do bolo, o recheio da bolacha o gás da coca, tá bom parei! HAHAHAHAH obrigada e abração :)

  8. Michelle comentou em

    Carol,

    Dos Beatles conheço apenas os bastidores. Certa de que também conheces sei que não informarei uma novidade, mesmo assim compartilho link do documentário da queridinha deles, Freda Kelly, conhecida como a “secretária dos Beatles”:

    http://dicadefilme.com.br/documentario/documentario/analises-filmes-documentario/nossa-querida-freda-a-secretaria-dos-beatles-2013

    p.s: muito bacana seu trabalho por aqui.

    Your english student,
    Michelle
    Dark yellow

    1. Carol Vieira comentou em

      Oh My God!Não acredito que você veio até aqui me elogiar Michelle sua linda!!!! HAUAHUAHUAHUAUA tudo isso é consciência pesada por ter me chamado de velha durante a aula!! kkkkkkkkkkkkkk Eu amei esse link que você me mandou sobre a Freda Kelly, eu li rapidinho!!! Acho que se eu fosse secretária dos beatles também não iria contar todos os segredos, mas eu acho que ela andou “pegando” um deles e pelo que eu entendi nas entrelinhas acho que foi o Ringo HUAHAUHAUHA!!! Que tu acha?

      Huge kisses for you, my dear!
      Thank you for every word!
      You rock \o/

      ;***********

      1. Michelle comentou em

        Muito pelo contrário, Carol, a maior idade exibe certo charme. Consciência tranquila e visita gratuita ;)

        Não conheço o bastante para opinar sobre quem pegou quem nos bastidores, mas em resposta afirmo que é muito possível embora não seja provável! Entretanto, se sucedeu-se, sorte a de ambos: dela, pelo contato com o ídolo; dele, pela confiabilidade dela!

        Como adoras ler, deixo a isca para uma próxima conversa quiçá leitura: indico todos os livros de Marguerite Duras (http://goo.gl/Jcdj9Q)

        Tive acesso à sua obra em 2009, na ocasião li um trecho de
        “O Amante”, quem sabe lhe seja interessante:
        http://goo.gl/WsQm8A

        Tenho muitos dos livros dela. Podemos trocar figurinhas.

        Your english student,
        Michelle
        Dark yellow

        1. Carol Vieira comentou em

          Miiiiii minha aluna linda e inteligentíssima!Adicionarei a Marguerite Duras em minha lista para futuras leituras!E vamos trocando figurinhas sempre, sobre livros, filmes e inglês :) agora vocês não estão mais comigo em sala mas eu AMO a turma de vocês, e vocês sabem disso! Thank you, honey <3