O Sal da Vida e as pequenas alegrias dos nossos dias

Curtir e compartilhar esse post:
facebook:
twitter:
google plus:
pinterest: pinterest

best sellers, sal da vida, livro frances, editora valentina, pipoca musical

Você dá valor para as coisas boas da sua vida? Uma promoção no emprego, a conquista do carro novo, a graduação, isso tudo são coisas grandes que marcam nossa existência. Mas e as coisas pequenas? Aquelas que, às vezes, ó a gente sempre prazer em lembrar, pensar, fazer?

[Responda a pesquisa de opinião do Pipoca Musical clicando aqui]

O Sal da Vida (adicione ao Skoob), livro de Françoise Héritier, foi traduzido no Brasil pela Editora Valentina, e tem a proposta de te fazer pensar nas coisas boas que te cercam.

sal da vida, livro frances, editora valentina, pipoca musical

Para que você não leia 15 páginas e se decepcione com o tipo de conteúdo da Françoise, vou dar uma dica: O Sal da Vida não é um livro para ser lido numa patada só. OK, ele é pequeno, mas isso pouco importa. O que Héritier faz é listar as pequenas alegrias da vida para que a gente possa sempre sorrir quando abrir o livro depois de um dia difícil. Ela pede que a gente observe as pequenas alegrias da vida, pois são muitas.

sal da vida, livro frances, editora valentina, pipoca musical

Folheando o livro aqui, posso listar algumas das coisas boas da vida que me identifiquei (escreveria muito mais, mas corro o risco de ser repetitiva): encontrar uma maneira criativa de usar uma ferramenta, estar absorto na leitura de um livro no metrô e ser surpreendido pelo anúncio da sua estação, compartilhar da alegria infantil de dançar sob as primeiras chuvas quentes de verão, ter um sobressalto de prazer ao som de uma voz, desfrutar o prazer das conversas sem fim com velhos amigos, etc.

Então faça o seguinte: tire da sua cabeça que O Sal da Vida será um livro “rápido de ler”. Pense nele como uma obra para ser revisitada de vez em quando, para namorar algumas das sensações gostosas e nostálgicas que a autora nos traz. O sal da vida pode ser qualquer coisa, como “apreciar a qualidade do silêncio depois de uma orgia de barulhos”, aí você sorri secretamente porque, sim, você também acha isso maravilhoso.

sal da vida, livro frances, editora valentina, pipoca musical

No lugar da autora, eu teria agrupado as sensações por “temas”. Não capítulos, pois acho que não faria sentido desconectar um tema do outro tão bruscamente, mas seria muito bom abrir o livro em uma parte que lista todas as coisas boas que um filme te desperta (como “tentar acender um fósforo na sola do sapato como Humphrey Bogart”) e quem sabe, depois, se deliciar lendo sobre como você ouve a mesma música várias vezes, só porque gosta da melodia.

sal da vida, livro frances, editora valentina, pipoca musical

O que mais curti na edição foi ter à minha disposição um espaço para escrever a minha prosa: o que representa o sal da vida, pra mim? Além desse espaço, a autora também listou referências, dando mais corpo aos nomes de filmes, revistas e livros que ela menciona durante sua catarse literária.

Espero que tenham gostado da resenha. Alguém aí já leu O Sal da Vida, ou pretende ler? Lembrando que a ideia não é ler como uma história, e sim apreciar doses diárias do conteúdo de Françoise.

O Sal da Vida foi cedido pela Editora Valentina pela parceria com o Pipoca Musical. Acompanhe as novidades da Editora nos canais:
Site | Facebook | Twitter | YouTube | Resenhas

Ficha Técnica

Título: O Sal da Vida
Autora: Françoise Héritier
Editora: Editora Valentina
Ano: 2013 (original: 2012)
Gênero: Poesia
Compre aqui: Americanas | Submarino
Skoob: adicione na sua estante

Comentar resposta para Anna Schermak Cancelar

Comentários

Comentários do Facebook

26 comentários via blog

  1. Adriana Wolf Bastos comentou em

    aiii, to morrendo de amores já por esse livro! Pra começar…sei que não tem nada a ver com a temática, mas me apaixonei primeiramente pela pela palavra SAL! hahaha, amo sal e muitas pessoas “brigam” comigo, porque como muito (mas tomo muita água também, então não terei problemas futuros, mas estou tentando parar com esse “vício” hahahaha)
    A capa é maravilhosa e a sua resenha também! Com certeza um livro pra se ter na cabeceira da cama, pra ler depois de um dua exaustivo, para não deixar de apreciar as coisas boas da vida!
    Só o fato de falar de filmes e séries também me chamou atenção: amo filmes e seriados e não vivo sem! Com certeza, alegram e muito o meu dia!
    Parabéns pela resenha…com certeza um livro que entrou pra minha wish list…♥
    Beijos

    1. Oi Adriana, tudo bem? :)

      Que bom que você curtiu a resenha! O livro é legal pra ter como ‘consulta’ e ‘apoio’ no fim de um longo dia, espero que você aprecie.

      Quanto ao sal, eu também adoro, especialmente na pipoca, ahahaha.

      Bjinhos :***

  2. Isabela comentou em

    Oiii! Esse livro parece uma fofura… Pelos temas, parece ter uma intensidade e por fazer refletir, realmente merece ser livro de cabeceira, para lermos aos poucos. Tem um tempo que estou curiosa com ele!

    Bjs bjs ;)

    1. Oi Isa!

      Sim, é bem o tipo de livro que você pode ter pra espiar de vez em quando. Faz bem pro coração lembrar as coisas boas. <3

      Beijinhos :}

  3. Mariana comentou em

    Eu bem que preciso reparar mais nessas pequenas coisas da vida.
    Deixo muitas para trás e quando acontece uma coisinha chata, lembro eternamente.

    1. Oi Mari,

      Somos duas, então. Só percebi na quantidade (enorme!) de coisas boas e momentos legais da minha vida quando li esse livrinho. Como citei aqui na resenha, um período de silêncio depois de tanto barulho é um paraíso pra mim. <3

      Beijos!

  4. Bem, você já leu minha resenha. E concordo com você, ele realmente deve ser lido por prestações, assim não cansa e é muito mais interessante ao leitor.

    Acho que ele pode ser um livro para ser lido durante a vida toda.

    Abraços Raquel!
    http://pausaparaumcafe.com.br/

    1. Oi Anna,

      Sei sim! E concordo com ela, se você ler o livro numa paulada só. Mas se for pra espiar de vez em quando e sorrir com as pequenas coisas boas da vida (como ficar em silêncio depois de tanto barulho), a leitura é melhor. :)

      Beijinho, querida, obrigada pela visita! <3

  5. Eu estou louca por esse livro desde que vi a capa e a sinopse rolando por aí!
    A premissa dele é um xuxu, parece ser daqueles livros passatempo e de cabeceira, sabe? De querer abri-lo para sorrir, mesmo.
    Adorei sua resenha, Rachel. E com certeza estou participando da promo ;)
    Beijos!
    Mell Ferraz – Literature-se

    1. Oooie,

      É bem isso aí, Mell! É pra dar uma olhadinha de vez em quando. Se você ler ele diretaço, assim, vai ficar chato. Pela foto dá pra espiar que o livro inteiro é assim, separado por vírgulas, hehehe. :}

      Beijo! ♥

  6. Adorei a resenha! Os livros da Valentina sempre tem esse dom de tocar na gente e fazer refletir.
    Achei que esse livro fosse de uma forma diferente, vi que não e gostei muito. Quero ler.

    beijos
    Bia – Livro do dia

    1. É verdade, Bia, eles escolhem bem os títulos. :)

      Beijos!

  7. Juliana comentou em

    Raqueeelzitah!
    Eu já tinha visto esse livro em uma livraria no aeroporto, até dei uma folheadazinha mas não dei tanta bola… lendo tudo que você escreveu, sobre o que ele realmente trata, eu adoreeei! Adoro livros assim, que falam sobre esses temas! Acho muito úteis e revigorantes de se ler. Ultimamente tenho precisado disso viu? Tá difícil ver as coisas boas da vida nessa correria de casamento, apartamento e emprego novo… em especial o EMPREGO novo, argh! HUAHAUA. Tô segurando as pontas mesmo… mas enfim!
    Linda resenha como sempre. As edições da Valentina sempre são esse amorzinho *-*
    Beijão <3

    1. Oi Juuu,

      É, é um livrinho gostoso de olhar de vez em quando, faz bem pro coração. Espero que você goste da leitura. Quanto às coisas boas, MAIS COISAS BOAS do que você tá vivendo agora, não tem, Ju. Aproveita o momento, é atarefado, mas é lindo isso tudo. :)

      Beijãooooo <3

  8. Eu peguei esse livro na mão várias vezes e fiquei em dúvida se comprava!
    Agora na próxima vou comprá-lo. :)
    Caso não ganhar na promoção é claro! hahaha
    Beijinhos!

    1. Oi Dani,

      Pois é, sempre bom ter à mão uma coleção de coisas boas. As vezes a gente se esquece. :/

      Bjs! <3

  9. Ai gente como esse lugar tá fofo!!! Tá aí uma pequena alegria do meu dia!! Antes de ir para o trabalho, resolvi entrar no Pipoca Musical e deixar um comentário e, opa, em um livro que me deixou super interessada! Achei que era algo meio maçante, cansativo mas pelo jeito é bacana! E eu preciso ver as coisas boas em pequenas coisas porque ultimamente estou ficando louca!! :x
    Obrigada por mudar um pouco meu dia!!!
    :*

    1. Oi Jeeeeh!

      Fico muito feliz em saber que mudei alguma coisinha no seu dia. Espero de coração que você goste da leitura. Reforço que ele não é legal se for lido numa patada só. O maneiro é justamente folhear e ver um pouquinho todo dia. São coisas tão simples que fazem a gente (mais) feliz, vale a pena olhar pra elas.

      Beijããão ♥

  10. Heidy Christynne comentou em

    Adorei sua resenha e estou louca para ler este livro <3 :)

  11. Essa resenha me deixou com muita vontade de ler esse livro em doses homeopáticas. kkk

    1. Tem que ser homeopático sim, Leandro, hehehe. :)))
      Espero que goste!

  12. Andrei Paraizo comentou em

    Quero ler e quero ganhar essa promoção.

  13. Carla comentou em

    Que livro lindo, Raquel! Adorei a dica!!
    Eu gosto de livros assim.. para ler aos poucos. É o que eu faço com os meus livros daquela coleção “Clarice na cabeceira”, sabe? Tô lendo agora o de crônicas e ele é tão curtinho que eu economizo.. haha, leio uma crônica por vez e é sempre uma experiência ótima.

    bjs,
    Carla
    http://linhas–soltas.blogspot.com.br/

    1. Uma crônica por vez é sempre uma boa medida. Acho que esses formatos são feitos para serem apreciados assim mesmo, sabe. :)

      Beijo, querida!